Depois de perder muito peso, muitas vezes o paciente sofre com a flacidez da pele, principalmente na região dos braços, abdômen e pernas. E para corrigir esse tipo de problema, muitas vezes é feita a cirurgia plástica pós bariátrica.

Em média, são realizadas 5 operações do gênero para corrigir a flacidez e assim modelar o corpo da pessoa que passou pela bariátrica.

Importante deixar claro que esse tipo de procedimento nem sempre é feito apenas com fins estéticos. Isso porque, o excesso de pele pode desencadear uma série de problemas, tais como: dermatite nas dobras, dificuldade na movimentação, desequilíbrio ao andar entre outros.

Quando a cirurgia plástica pós bariátrica é realizada?

A cirurgia plástica pós bariátrica é realizada depois da recuperação do paciente que fez a operação de redução de estômago. Mas além disso, ele também precisa atender alguns pré-requisitos básicos para estar apto ao procedimento.

Ele não pode estar no processo de emagrecimento pós cirurgia. O peso já deve estar estável, uma vez que se o paciente emagrecer ainda mais a flacidez pode voltar a aparecer.

O indivíduo também não pode apresentar tendência a voltar a engordar ou ter grandes oscilações de peso, pois isso pode contribuir com o surgimento de estrias. O estilo de vida do paciente precisa ser saudável, como, por exemplo, mantendo uma alimentação saudável e realizando atividades físicas.

Quais tipos de cirurgia plástica pós bariátrica existem?

Existem diversos tipos de cirurgia plástica pós bariátrica. Entre os mais comuns estão:

  • Abdominoplastia

A abdominoplastia é um procedimento que tem como foco a remoção da pele em excesso da região do abdômen. Nela, a pele é repuxada e o excesso retirado. É muito comum que procedimentos como a lipoaspiração sejam realizados em conjunto para auxiliar na definição corporal.

  • Cirurgia de contorno corporal

Também chamada de body lifting, essa operação tem como objetivo corrigir a flacidez em várias regiões, de uma única vez. Dessa forma, é possível garantir uma aparência mais definida, delineada e tonificada ao corpo.

Esse é um procedimento que também pode ser realizado junto com outros, como a lipoaspiração. Dessa forma, além de remover o excesso de pele o cirurgião também consegue retirar a gordura localizada, garantindo assim um resultado ainda melhor.

  • Lifting dos braços ou das coxas

Também conhecida como dermolipectomia dos braços ou coxas, essa cirurgia tem como foco remover o excesso de pele nos braços e coxas e por isso é indicada como uma cirurgia plástica pós bariátrica. Assim, é possível garantir um resultado estético melhor, bem como mais qualidade de vida ao paciente. Isso porque o excesso de pele nesses locais pode dificultar a mobilidade, e até mesmo atrapalhar as tarefas domésticas e/ou profissionais do dia a dia.

Nesse tipo de operação, o cirurgião irá esticar a pele para reposicioná-la de modo a garantir um visual mais definido. Além disso, ele também irá modelar a região conforme as necessidades do paciente, mas sempre respeitando os limites do corpo do indivíduo.

  • Lifting facial

Procedimento também conhecido como ritidoplastia, pode ser indicado porque a pele do rosto também fica flácida. O lifting facial tem como objetivo reduzir as rugas da face e da região do pescoço, reposicionando os tecidos e trazendo de volta o contorno e harmonização do rosto.

Ficou com alguma dúvida sobre a cirurgia plástica pós bariátrica? Então não deixe de conversar com um cirurgião plástico especializado nesse tipo de operação.