Blefaroplastia

A região dos olhos, quando apresenta os efeitos de envelhecimento confere uma aparência cansada, causando desconforto e incômodo. A blefaroplastia é indicada para pacientes que apresentam alterações típicas do envelhecimento, como o excesso de pele nas pálpebras.

Conheça mais detalhes

Pálpebras caídas, pés de galinha e olheiras de cansaço são sinais de envelhecimento comuns na região dos olhos. Para corrigir estes problemas, a blefaroplastia é uma cirurgia plástica que pode amenizar este quadro, rejuvenescendo o rosto e proporcionado a melhora da auto-estima e o bem-estar do paciente.

A blefaroplastia é o procedimento de elevação das pálpebras, no qual o cirurgião elimina as bolsas de gordura e ameniza o caimento natural do envelhecimento. As pálpebras superiores caídas são o resultado do excesso de flacidez da pele e as pálpebras inferiores ficam inchadas, bolsas se desenvolvem com a idade devido ao prolapso de gordura embaixo dos olhos. Essas mudanças geralmente contribuem para uma aparência mais envelhecida.

Para a pálpebra superior, são marcadas todas as linhas e vincos individuais das pálpebras para manter as incisões o mais invisíveis possível ao longo das dobras naturais. A incisão é feita e uma quantidade precisa de excesso de gordura, músculo e pele solta que estão contribuindo para o problema é removida.

Na inferior, a incisão é feita em um local imperceptível, apenas alguns milímetros abaixo da linha dos cílios e ao longo das dobras da pálpebra inferior. Mais uma vez, uma porção precisa de pele, gordura e músculos são removidos com precisão. Suturas extremamente finas são então utilizadas para fechar meticulosamente as incisões, minimizando assim a visibilidade de qualquer cicatriz.

Técnicas combinadas

Para realizar a blefaroplastia, o paciente precisa estar em boas condições de saúde física e alinhar as expectativas emocionais com o cirurgião. Além de passar por avaliação médica, provavelmente o paciente terá que passar por exames laboratoriais de sangue.

Não é aconselhável o uso de remédios anticoagulantes antes da cirurgia. Bebida e cigarro também devem estar fora da rotina do paciente antes do procedimento e 8 horas antes da cirurgia, é necessário fazer jejum absoluto.

Cuidados depois da cirurgia

Após a cirurgia é comum que a região operada fique sensível e um pouco inchada, por isso o tempo de repouso varia entre uma semana e um mês. Neste período, o cuidado deve ser redobrado para garantir uma cicatrização segura e uma recuperação adequada.

Por isso, preste atenção nas dicas:

  • Evite exposição ao sol, vento e friagem;
  • Evite coçar os olhos;
  • Não deite de lado
  • Quando for fazer compressas, use soro fisiológico;
  • Durma com dois travesseiros para manter a cabeça elevada;

Em caso de dúvida, marque o retorno ao médico;

Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Agende agora mesmo seu horário com o Dr. Thomas Benson