Abdominoplastia

Assim como a lipoaspiração, a abdominoplastia é uma cirurgia feita para retirar o excesso de pele na barriga, remodelando a região. Muito indicada para pacientes que passaram por uma gravidez recente ou fizeram uma cirurgia bariátrica.

Conheça mais detalhes

Assim como a lipoaspiração, a abdominoplastia é uma cirurgia que pode ser utilizada para remodelar a região do abdômen. Muito indicada para pacientes que passaram por uma gravidez recente ou fizeram uma cirurgia bariátrica, a abdominoplastia consiste no tratamento do excesso de pele, da gordura localizada e da correção do afastamento dos músculos que ficam no abdome.

A cirurgia dura em média 3 horas e durante este período o médico precisa fazer uma incisão inferior do abdome. Depois dessa incisão, a pele e a gordura são separadas da parede muscular e, desta forma, é possível aproximar os músculos que reforçam a parede abdominal. Feito isso, o cirurgião retira o excesso de pele e de gordura e fecha a incisão.

Antes e depois da cirurgia

Antes da cirurgia, o paciente deve evitar o consumo de medicamentos, o uso de cigarros e bebidas e seguir a regra do jejum total oito horas antes da cirurgia. Depois da alta (geralmente o paciente pode ir para casa no dia seguinte à cirurgia), o repouso pode variar de 10 dias a dois meses, mas independentemente deste tempo, é necessário seguir alguns cuidados para que a abdominoplastia tenha os melhores resultados possíveis.

São eles:

  • Dormir de barriga para cima e com as pernas sempre flexionadas (pelo menos nos primeiros 15 dias);
  • Tomar banho de chuveiro é possível já no dia seguinte. E a equipe cirúrgica realiza a troca de curativos após 4 dias;
  • Usar cinta modeladora e meias de compressão (a cinta modeladora deve ser retirada apenas para tomar banho, porque é ela que alivia as dores e evita que as cicatrizes sejam complicadas). No caso, das meias de compreensão, a retirada só pode ser feita quando a pessoa retorna as atividades diárias;
  • Troca de curativo (a primeira troca deve ser feita 4 dias depois da cirurgia, pela equipe médica, de forma delicada, seguindo as orientações médicas);
  • Exercícios físicos leves (não é recomendado que o paciente pegue peso após a cirurgia, mas neste caso, é bom movimentar as penas a cada duras horas para evitar coágulos na região operada).
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Certificações
Agende agora mesmo seu horário com o Dr. Thomas Benson