Sobre a cirurgia

Conheça mais detalhes

Pálpebras caídas, pés de galinha e olheiras de cansaço são sinais de envelhecimento comuns na região dos olhos. Para corrigir estes problemas, a blefaroplastia é uma cirurgia plástica que pode amenizar este quadro, rejuvenescendo o rosto e proporcionado a melhora da auto-estima e o bem-estar do paciente.

A blefaroplastia é o procedimento de elevação das pálpebras, no qual o cirurgião elimina as bolsas de gordura e ameniza o caimento natural do envelhecimento. As pálpebras superiores caídas são o resultado do excesso de flacidez da pele e as pálpebras inferiores ficam inchadas, bolsas se desenvolvem com a idade devido ao prolapso de gordura embaixo dos olhos. Essas mudanças geralmente contribuem para uma aparência mais envelhecida.

Para a pálpebra superior, são marcadas todas as linhas e vincos individuais das pálpebras para manter as incisões o mais invisíveis possível ao longo das dobras naturais. A incisão é feita e uma quantidade precisa de excesso de gordura, músculo e pele solta que estão contribuindo para o problema é removida.

Na inferior, a incisão é feita em um local imperceptível, apenas alguns milímetros abaixo da linha dos cílios e ao longo das dobras da pálpebra inferior. Mais uma vez, uma porção precisa de pele, gordura e músculos são removidos com precisão. Suturas extremamente finas são então utilizadas para fechar meticulosamente as incisões, minimizando assim a visibilidade de qualquer cicatriz.

Principais indicações

Para realizar a blefaroplastia, o paciente precisa estar em boas condições de saúde física e alinhar as expectativas emocionais com o cirurgião. Além de passar por avaliação médica, provavelmente o paciente terá que passar por exames laboratoriais de sangue.

Não é aconselhável o uso de remédios anticoagulantes antes da cirurgia. Bebida e cigarro também devem estar fora da rotina do paciente antes do procedimento e 8 horas antes da cirurgia, é necessário fazer jejum absoluto.

Cuidados

Após a cirurgia é comum que a região operada fique sensível e um pouco inchada, por isso o tempo de repouso varia entre uma semana e um mês. Neste período, o cuidado deve ser redobrado para garantir uma cicatrização segura e uma recuperação adequada.

Por isso, preste atenção nas dicas:

  • Evite exposição ao sol, vento e friagem;
  • Evite coçar os olhos;
  • Não deite de lado
  • Quando for fazer compressas, use soro fisiológico;
  • Durma com dois travesseiros para manter a cabeça elevada;
  • Em caso de dúvida, marque o retorno ao médico;

Hospitais

Excelentes hospitais para cirurgia plástica

Escolher um excelente hospital, com toda a infraestrutura necessária garante uma cirurgia de qualidade e uma excelente experiência ao paciente. Hoje em dia para o processo da cirurgia plástica, um hospital de qualidade é tão importante quanto uma equipe especializada e experiente.

Thomas benson
Hospital Israelita Albert Einstein

O Hospital Israelita Albert Einstein é visto como um dos melhores hospitais da América Latina e tratando-se de cirurgia plástica, possui ótima estrutura oferecendo toda a segurança que o paciente e o cirurgião plástico necessitam.

Thomas benson
Hospital Moriah

O Hospital Moriah que iniciou os trabalhos em 2016 veio para concorrer com os melhores hospitais da cidade. O hospital tem excelente infraestrutura, inclusive UTI, Centro de Diagnóstico e preços mais atraentes.

Perguntas frequentes

Conheça as dúvidas mais comuns

Com tantas opções de cirurgias plásticas, algumas dúvidas são comuns e frequentes sobre esse tipo de procedimento. Para facilitar, reunimos as principais dúvidas. Caso você tenha outras perguntas, não deixe de agendar sua avaliação!

A cirurgia de blefaroplastia é um procedimento no qual o cirurgião consegue por meio de incisões nas pálpebras, eliminar as bolsas de gordura e amenizar as pálpebras caídas. É constituída pelo procedimento realizado na blefaro superior e inferior. Em ambas o procedimento é bastante tranquilo, bem como seu pós-operatório.

Os resultados do procedimento já são perceptíveis desde logo após a cirurgia, porém a maior parte do inchaço desaparece em até 1 semana de pós-operatório.

Com os avanços em medicamentos e na tecnologia de equipamentos para controle e monitoramento do paciente, a anestesia geral se tornou a mais segura quando bem indicada.

Hoje em todos os procedimentos maiores, a anestesia geral é a melhor escolha de anestesia. Ela é superior a muitas outras alternativas oferecidas. A anestesia geral realizada num centro cirúrgico moderno, com equipamentos e medicações de última geração.

Dessa forma podemos oferecer mais segurança, um melhor monitoramento, um melhor controle da própria anestesia, bem como melhor conforto para o paciente.

Ambas são posicionadas em lugares estratégicos para que fiquem imperceptíveis logo após a cirurgia. Na pálpebra superior as incisões são feitas no sulco palpebral e na pálpebra inferior é realizada bem rente aos cílios.

É indicado evitar a exposição das cicatrizes ao sol nos primeiros meses, mesmo com protetor solar.

Isso acontece pois as cicatrizes não possuem a mesma quantidade de pigmentos para proteger a pele da ação dos raios solares e sob exposição, elas estão propensas a escurecer, portanto é muito importante a utilização diária do protetor solar sobre a área operada.

A cirurgia de blefaroplastia possui um pós-operatório com pouco incômodo comparado à outros procedimentos. É importante salientar que é necessária a aplicação de compressas frias para evitar ao máximo o inchaço e melhorar a recuperação. Em média, dentro de 1 semana já é possível retornar às atividades normais, porém com cautela.

Não há dores no pós-operatório e isso acontece devido a prescrição de medicações específicas para a dor.

Tanto quanto uma boa técnica cirúrgica, como seguir as orientações do seu cirurgião são decisivas para obter os melhores resultados possíveis após a alta hospitalar.

Caso tenha em mente realizar algum procedimento cirúrgico, consulte nossa equipe para esclarecer todas as particularidades envolvidas no processo de recuperação.