Existem no mercado diversos tipos de próteses mamárias, o que às vezes pode tornar a escolha um pouco mais complexa do que se imaginava.

Por isso organizamos este material, onde você irá conhecer os principais tipos e formatos, de maneira que possa escolher melhor.

Continue lendo para saber mais!

Por que conhecer os tipos de próteses mamárias?

As mulheres, e até mesmo homens, possuem diversos motivos para fazer uso de próteses, sendo essencial que se conheça os vários tipos de próteses mamárias existentes, para que assim não se faça uma escolha ruim.

Dentre os principais motivos para utilizar um dos tipos de próteses mamárias estão os fatores estéticos, de mulheres que desejam aumentar o volume dos seios, ou mesmo trazer mais firmeza para a região.

Problemas de saúde também são um forte motivo para ter que se decidir entre os diversos tipos de próteses mamárias, já que o Câncer de Mama é uma das condições de saúde que mais aflige mulheres pelo Brasil.

E aí a prótese entra como uma opção para a reconstrução das mamas das mulheres que tiveram que passar por processos de Mamoplastia.

Perfil

Um dos itens a se considerar nos tipos de próteses mamárias é o perfil, sendo quatro.

  • Baixo

Indicado principalmente para as mulheres que possuem as mamas inteiras e que querem apenas um preenchimento a mais, dando um pouco de base para o volume dos seios.

Porém o modelo é um dos tipos de próteses mamárias menos utilizados, já que não dá a noção estética que a maioria das mulheres tanto deseja. Ele tem um resultado mais natural.

  • Moderado

Por não possuir projeção, é pouco utilizado, considerando que apenas realiza o preenchimento da cavidade mamária, sem trazer muitas mudanças estéticas como os próximos modelos.

  • Alto

Preenche bem a cavidade da mama, deixando o colo mamário com formatos esteticamente apresentáveis, trazendo a beleza e o formato desejado pela paciente.

Não é à toa que é um dos modelos mais escolhidos. Nesse perfil ele deixa o colo mais visível. Porém, pode ficar um pouco mais artificial o resultado.

  • Super alto

Possui um formato mais cônico, o que deixará o peito bem apontado para frente, com o mamilo bem projetado. É um tipo que traz volume ao seio, sem grandes proporções nas próteses.

Formatos

O formato da prótese também deve ser considerado, tem três opções.

  • Anatômico

Modelo indicado para mulheres com o corpo mais magro, e que estejam passando pelo procedimento de reconstrução das mamas.

  • Cônico

Que fica bem para quem quer volume sem próteses mamárias muito grandes. Mulheres com ombros e tórax mais estreitos também se beneficiam esteticamente deste formato de prótese.

  • Redondo

Mais utilizado, considerando que preenche bem a área vazia da mama, trazendo simetria na visão estética.

  • Redondo e anatômico

Esse formato é um meio termo entre anatômico e redondo. Essa é uma prótese redonda, porém, ao ficar de pé o gel se posiciona de maneira que fica mais natural.

Como escolher dentre os tipos de próteses mamárias?

Como existem diversos tipos de próteses mamárias, é muito comum haver a dúvida sobre qual dos tipos escolher. Seguem então alguns processos que podem te ajudar:

  • Leve em consideração o formato do seu corpo, para ver qual prótese mais irá se adaptar esteticamente a ele.
  • Explique ao seu Médico o que você quer, se é firmeza, volume, ambos, pois assim ele terá melhores informações e poderá te encaminhar melhor.
  • Vários consultórios conseguem te mostrar o resultado com computação gráfica. Veja se o seu Médico oferece esta opção, e peça a ele, para que você compreenda melhor como o seu corpo pode ficar.
  • Outro ponto importante é o preenchimento da prótese. Existem próteses mais preenchidas que dão mais volume, deixando a mama mais cheia e dura. Outras opções, menos preenchidas, dão um aspecto mais natural e um toque mais macio.
  • Por fim, mais um aspecto a ser analisado são as texturas das próteses. Podemos incluir na lista as seguintes texturas: Lisa, Nanotextura, Microtextura e Poliuretano (macrotextura). As texturas influenciam nas características das próteses. A Lisa e Nanotextura oferecem mais naturalidade; enquanto as outras duas deixam um pouco mais rígida e fixa no lugar. Tudo isso deve ser discutido com o médico nas primeiras consultas.

Por fim, sempre procure conhecer bem o Médico que fará sua cirurgia, de maneira que se confirme que ele está registrado, e possui bons antecedentes na área, evitando assim surpresas desagradáveis.

E faça com calma a escolha entre os tipos de próteses mamárias, considerando que esta é uma grande cirurgia.

Dê uma olhada em nosso blog para ter acesso a outros conteúdos relevantes. Clique Aqui!