O excesso de pele nas pálpebras é um problema que atinge milhares de brasileiros e brasileiras, e que pode ser corrigido através de um procedimento cirúrgico. Contudo, poucas pessoas sabem como é feita a blefaroplastia.

É por meio desse procedimento cirúrgico que é possível eliminar bolsas de gordura no local, bem como a flacidez gerada pelo excesso de pele. Além disso, ele também é indicado para quem deseja remover rugas, e melhorar a visão.

Passo a passo de como é feita a blefaroplastia

O passo a passo de como é feita a blefaroplastia se inicia com consultas com o cirurgião que será responsável pelo seu procedimento. Nelas, o profissional irá solicitar uma série de exames para avaliar as condições de saúde do paciente, desde hemogramas, até coagulograma.

O objetivo é verificar se a pessoa realmente está apta a realizar o procedimento.

Com todos os resultados em mãos, o cirurgião avaliará qual a melhor técnica e abordagem para a operação. Além disso, o paciente também realizará consultas para verificar o tipo de anestesia mais indicado para o seu caso.

No dia do procedimento, o paciente será internado e o cirurgião plástico marcará todos os locais que irão receber incisões. Em seguida, o anestesista irá aplicar a anestesia geral.

Depois o profissional irá realizar as incisões nos locais marcados, retirando assim o excesso de gordura e de pele. Posteriormente esses cortes serão cauterizados com um bisturi elétrico.

O cirurgião faz uma costura de cirurgia plástica bem delicada para virar uma linha imperceptível na região das pálpebras. Junto a isso, o cirurgião poderá utilizar adesivos cirúrgicos.

Em média, todo o procedimento dura em torno de 40 minutos. Mas dependendo do caso ele pode chegar a durar até uma hora e meia.

Por exemplo, em alguns casos, além da remoção da pele também é necessário fazer a correção da musculatura orbital. Nesse tipo de situação, a duração do procedimento acaba sendo maior.

Cuidados pós-operatórios blefaroplastia

Agora que você já sabe como é feita a blefaroplastia, entenda os cuidados pós-operatórios. Eles são essenciais para garantir excelentes resultados, como, por exemplo, a cicatrização discreta. Após a operação a pele da região fica muito sensível.

Por conta disso, é importante que o paciente evite ao sol, tanto para auxiliar a cicatrização como para evitar manchas. Durante o período de recuperação a pessoa também não poderá coçar os olhos e deverá dormir sempre de barriga para cima, não se deitando de lado ou bruços.

É importante que a região seja higienizada diariamente com o uso de água e sabão neutro. É preciso fazer muitas compressas frias e uso de colírio prescrito pelo cirurgião, para ter uma boa lubrificação. O paciente também deverá manter um acompanhamento médico detalhado durante todo o período de recuperação, de modo que o cirurgião possa avaliar o andamento dos resultados. Tomando os devidos cuidados a recuperação pode ser relativamente rápida.

Saber como é feita a blefaroplastia é importante para qualquer pessoa que deseja realizar esse tipo de operação estética. Por isso, não deixe de entrar em contato com nossa equipe.

Dê uma olhada em nosso blog para ter acesso a outros conteúdos relevantes. Clique Aqui!