As cirurgias mamárias são bastante comuns no Brasil. Seja para reduzir, aumentar, levantar ou até mesmo reconstruir, esse tipo de procedimento é muito comum em mulheres, mas, também, pode ser realizado em homens.

É o caso, por exemplo, nas operações para ginecomastia. Esse é um distúrbio caracterizado pelo crescimento dos tecidos mamários em homens.

Quais os tipos de cirurgias mamárias?

Existem vários tipos de cirurgias mamárias. Cada uma delas é indicada para casos específicos. Mas entre as mais populares podemos citar:

  • Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento é uma alternativa para quem deseja aumentar o tamanho das mamas. Ela geralmente é realizada por mulheres que possuem seios pequenos e que sofrem com a queda da autoestima por conta disso, e por aquelas que amamentaram e que acabaram tendo perda de volume.

Nesse tipo de operação, o cirurgião irá colocar uma prótese de silicone para aumentar o volume da mama. O tamanho irá variar conforme as limitações do corpo da paciente, bem como o desejo dela.

  • Mamoplastia redutora

Essa é uma das cirurgias mamárias voltadas para quem deseja reduzir o tamanho das mamas. Normalmente, esse tipo de procedimento é indicado para pessoas que possuem mamas de tamanho desproporcional ao restante do corpo e que geram problemas como dores nas costas entre outros.

Além disso, essa é uma opção que também pode ser indicada para homens que sofrem de ginecomastia. Assim, é possível eliminar o excesso de tecido mamário que ocorre nesse tipo de caso.

Nesse procedimento, é removida tanto a pele em excesso como a gordura até que que se atinja o tamanho proporcional.

  • Cirurgia para reconstrução dos seios

Mais uma das alternativas de cirurgias mamárias é a reconstrução de mama. Ela é indicada para promover a alteração completa da mama, seja de tamanho ou aparência.

Normalmente essa alternativa de procedimento é indicada quando a paciente passou pela remoção parcial ou total das mamas por conta de situações de câncer. Mas, ela também pode ser indicada quando há assimetria ou desproporção da aréola ou mamilo.

É muito comum que esse procedimento seja realizado em conjunto com a mamoplastia. Dessa forma, é possível garantir um visual mais bonito e natural

  • Mastopexia para levantar os seios

Essa é uma operação também chamada de lifting da mama ou mastopexia. Ela é realizada em casos onde os seios estão caídos ou flácidos.

Paciente que passaram por oscilações de peso também podem ter que realizar esse tipo de procedimento.

Nesse caso, as mamas são levantadas por meio da remoção do excesso de pele. Além disso, o cirurgião também irá comprimir o tecido.

É muito comum que essa operação seja realizada em conjunto com outras cirurgias mamárias, como a mamoplastia de aumento ou redução. Dessa forma, é possível garantir resultados ainda melhores!

Conclusão

Existem diversos tipos de cirurgias mamárias. Cada uma delas pode atender diferentes necessidades. Então, não deixe de falar com um profissional para que ele possa avaliar o seu caso e indicar o melhor método.