A cirurgia do nariz, popularmente conhecida como rinoplastia, é uma técnica antiga, muito mais do que as pessoas pensam. As primeiras tentativas foram realizadas ainda em 2500 A.C no Egito.

Mas foi apenas em 1904, na Alemanha, que a técnica começou a se popularizar por conta do médico Jacques Joseph. Ao longo das décadas esse procedimento foi evoluindo juntamente com a medicina.

E atualmente, é um dos mais populares dentro do mundo das cirurgias plásticas.

Como funciona a cirurgia do nariz?

A cirurgia do nariz tem uma duração média de 2 a 3 horas. Ela se inicia com a aplicação de anestesia, que pode ser geral ou local, dependendo do caso.

Hoje em dia, as técnicas mais avançadas são relacionadas à rinoplastia estruturada, que é a separação dos componentes de cartilagem, a modelação e a reconstrução com reforço de todas as estruturas com cartilagem própria.

Em seguida, a pele é separada das estruturas mais profundas. Esse processo é feito de forma padronizado e bem estruturado, porém, continua tendo um aspecto artesanal incluso.

A experiência do cirurgião irá interferir em boa parte dos resultados. É importante, lembrar, ainda, que o pós-operatório também interfere diretamente nos resultados do procedimento.

Quais os cuidados necessários depois da cirurgia do nariz?

Após a cirurgia do nariz, o paciente precisará tomar uma série de cuidados. Começando pelo repouso.

A pessoa operada precisa ficar em repouso absoluto nos primeiros sete dias. Durante esse período, é necessário manter a cabeça sempre elevada, inclusive durante o sono.

Além disso, uma dieta especial deve ser mantida. Ela deve se basear em alimentos mais leves para facilitar a mastigação.

Logo depois da operação é comum que a região fique inchada. Para combater esse sintoma, o paciente pode aplicar compressas geladas no local.

Em alguns casos também podem ser indicados medicamentos para reduzir tanto o inchaço como o desconforto. Além disso, são recomendados anti-inflamatórios para ajudar no combate das dores.

Após a cirurgia do nariz, o paciente também deve evitar ao máximo a exposição aos raios solares. Isso porque, a região fica muito sensível e o paciente pode acabar ficando com manchas de pele.

Nas primeiras semanas após o procedimento, também é necessário evitar atividades físicas. Isso porque, a realização de determinados exercícios físicos pode aumentar o risco de traumatismo nasal. O ideal é aguardar pelo menos um mês antes de realizar esse tipo de prática, e sempre após a liberação do médico.

Importante ressaltar que os resultados completos tendem a aparecer de um a três anos depois do procedimento, uma vez que é necessário aguardar que os tecidos e a cartilagem se acomodem totalmente nos ossos, além de desinchar completamente.

A cirurgia do nariz é indicada apenas para questões estéticas?

Muitas pessoas acreditam que a cirurgia do nariz é feita apenas por questões estéticas, para trazer mais harmonia para a face do paciente. Contudo, ela também é recomendada em muitos casos para melhorar a respiração.

Seja por meio do aumento ou redução do nariz e dos ossos nasais, é possível garantir mais qualidade de respiração ao indivíduo. É muito comum, por exemplo, que o procedimento seja indicado para o tratamento do Septo ou a chamada Hipertrofia de Cornetos (alterações que ficam dentro da parede do nariz).

Isso porque, por meio dessa técnica pode reforçar as estruturas da região. Dessa forma, é possível melhorar a funcionalidade do órgão, e ainda melhorar a estética.

Conclusão

A cirurgia do nariz é um procedimento que se baseia muito na questão artesanal, uma vez que o cirurgião molda o formato da região nasal. Por isso, é importante procurar um profissional especializado nesse tipo de operação.