A cirurgia plástica combinada ocorre quando dois ou mais procedimentos são realizados em forma conjunta na mesma operação. Esse tipo de alternativa pode trazer várias vantagens para o paciente, como, por exemplo, o fato dele não ter que passar por todo o processo pré e pós-operatório mais de uma vez.

Mas, é essencial entender os riscos que isso também traz. Principalmente se a operação combinada não for realizada por um profissional experiente nessa área.

Existe limite de processos na cirurgia plástica combinada?

Teoricamente não existe um limite de processos para realizar na cirurgia plástica combinada. No entanto, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica não recomenda que o cirurgião plástico realiza vários procedimentos apenas para atender os “desejos de beleza” do paciente.

O órgão sempre ressalta a importância de se respeitar os critérios e limites médicos que garantem o bem-estar da pessoa. E para isso, existem algumas regras em relação a esse tipo de operação.

O Conselho Federal de Medicina determina, por exemplo, que o médico não deve ultrapassar a modificação de mais 40% de extensão corporal em um mesmo procedimento cirúrgico. Isso porque, operações longas demais ou que fazem intervenções em áreas muito extensas aumentam os riscos

Diferenciais da cirurgia plástica combinada

A cirurgia plástica combinada pode trazer uma série de benefícios para o paciente. Um deles é a redução de custos, uma vez que o paciente só precisa ser internado uma única vez, e todos os custos também são necessários apenas uma vez.

Outro benefício é o fato de a pessoa só precisar ficar em repouso pós-operatório uma única vez. Essa pode ser uma excelente alternativa para quem tem uma rotina corrida e não pode parar várias vezes ao ano.

Além disso, é preciso levar em conta que em muitos casos a realização de vários procedimentos em uma mesma operação acaba otimizando os resultados.

Uma coisa importante a ser ressaltada é que a cirurgia plástica combinada só é realizada depois que vários aspectos são analisados. Desde o estado de saúde do paciente até o tempo de duração total da operação.

Quais são os procedimentos mais comuns na cirurgia plástica combinada?

A cirurgia plástica combinada tem se tornado muito popular, principalmente a combinação de alguns processos em específico:

  • Lipoaspiração + Abdominoplastia

Enquanto a Lipoaspiração tem como foco a retirada do excesso de gordura localizada, Abdominoplastia ajuda a corrigir a flacidez, mas sem focar na retirada de gordura.

  • Lipoaspiração + Abdominoplastia + Mamoplastia

Além da retirada de gordura e pele, nesse caso também é feita a colocação de próteses de mama. Geralmente esse é um procedimento solicitado por mulheres que desejam melhorar o contorno corporal.

  • Mamoplastia de aumento + Rinoplastia

Mais uma das combinações comuns é a colocação de prótese de mama, juntamente com a correção de imperfeições funcionais e estéticas do nariz. Ambas são bem rápidas de serem realizadas, por isso é comum que elas sejam realizadas juntas.

Converse sobre o seu médico sobre a possibilidade de realizar a cirurgia plástica combinada. Ele poderá avaliar as melhores opções para o seu caso, garantindo sempre a segurança.