Os sinais do envelhecimento incomodam muitas pessoas. Mas, atualmente já existem algumas formas de combater esse tipo de problema, e uma delas é o lifting facial.

Essa é uma cirurgia estética que tem ganhado muita popularidade. Contudo, mesmo assim as pessoas têm dúvidas sobre esse procedimento cirúrgico. E nesse post vamos esclarecer mais à fundo o que ele é.

O que é lifting facial?

O lifting facial, também conhecido como ritidoplastia, é um procedimento que tem como objetivo reduzir as rugas da face e da região do pescoço, e reposicionar os tecidos abaixo da pele, trazendo de volta o contorno e a harmonização para o rosto. Ela também é indicada para quem deseja acabar com o excesso de gordura e pele do rosto, trazendo assim um visual mais jovem.

Esse tipo de procedimento cirúrgico é muito popular entre mulheres acima dos 45 anos de idade. Isso porque, por meio dele é possível retomar a jovialidade, mas mantendo o aspecto natural.

Quais os tipos de lifting facial?

Existem vários tipos de lifting facial que você pode escolher para diminuir os sinais de envelhecimento. E cada um deles é voltado para casos específicos.

Por conta disso, é importante que você procure um cirurgião especializado nas quatro técnicas. Assim, ele poderá indicar a mais adequada para o seu caso.

Confira abaixo os tipos de lifting facial.

Minilifting – SMAS

Essa variação mexe de forma singela na pele, redistribuindo o sistema aponeurótico muscular. É indicado para casos de pacientes com flacidez leve no rosto.

Lifting facial clássico

A principal diferença dessa técnica é que o cirurgião pode utilizar o endoscópio.

Além disso, nesse método o especialista irá deslocar o músculo do osso. Dessa forma, é possível tensionar os músculos com mais facilidade. Além disso, o excesso de pele também é retirado, através de uma manobra onde é puxado para cima o tecido.

Lifting estendido

Essa é uma variação do minilifiting. Ele é feito da mesma forma que o método SASM, a principal diferença é que o cirurgião irá focar no tensionamento de cada camada de músculos.

Lifting facial profundo

A última técnica é o procedimento profundo. Ele é um pouco mais completo do que os demais, uma vez que também envolve a retirada de excesso da pele, superiores e inferiores, das pálpebras.

Também são feitos outros procedimentos, como elevação das sobrancelhas, de modo que o resultado fique mais harmônico.

Conclusão

O lifting facial é uma excelente alternativa para quem deseja diminuir os sinais de envelhecimento. Mas, lembre-se de procurar um profissional especializado nesse tipo de procedimento para verificar quais as melhores alternativas para o seu caso.