O problema de excesso de pele nas pálpebras é mais recorrente do que as pessoas imaginam. Geralmente ele acomete pessoas com mais de 30 anos, em decorrência do processo de envelhecimento.

Isso mesmo! Conforme envelhecemos, a pele tende a perder a firmeza. E isso acontece devido a uma redução natural da produção de colágeno, que faz com que a pele fique flácida e acabe se acumulando na região das pálpebras.

Com isso, muitas pessoas recorrem a uma blefaroplastia para corrigir esse problema.

Só para ter uma ideia, uma pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS), mostrou que a blefaroplastia (cirurgia responsável por remover o excesso de pele nas pálpebras) é o terceiro procedimento estético mais realizado no Brasil.

Ele fica atrás apenas do procedimento para aumento de mamas e a lipoaspiração.

Para saber mais sobre o assunto, continue lendo esse post e descubra como funciona essa cirurgia e quais cuidados no pós-cirúrgico é preciso ter.

Como funciona a cirurgia de pálpebras?

A blefaroplastia é uma intervenção cirúrgica indicada para a remoção do excesso de pele e gordura, tanto nas pálpebras superiores, quanto nas inferiores.

Além da retirada de excesso de pele e gordura, com essa intervenção também é possível corrigir flacidez e reposicionar músculos nessa região.

O procedimento é simples e dura cerca de duas horas. Geralmente o paciente recebe alta no mesmo dia de internação.

Quais os cuidados depois da blefaroplastia?

Depois da cirurgia de pálpebras, é importante que o paciente siga uma série de orientações pós-operatórias. Isso porque são esses cuidados que vão garantir uma recuperação tranquila e resultados mais satisfatórios.

Confira abaixo algumas delas:

Inchaço

Para reduzir o inchaço é possível usar panos limpos, gaze ou bolsas térmicas geladas.

Fumantes devem evitar o cigarro

No caso de pessoas fumantes, é necessário evitar o cigarro durante 30 dias antes do procedimento, e pelo menos dois meses depois. Isso porque a nicotina e outras substâncias presentes no cigarro afetam a microcirculação e pode comprometer a cicatrização.

Medicação

É muito importante seguir com a medicação exatamente conforme as orientações do médico. Normalmente os especialistas indicam o uso de analgésicos para aliviar a dor, e antibióticos preventivos para evitar infecções.

Colírios só são recomendados para a lubrificação dos olhos.

Higienização

A higienização das pálpebras depois da cirurgia de remoção de excesso de gordura e pele deve ser feita normalmente com água e sabonete neutro. Isso porque não ficarão curativos fixos no local.

Repouso

O tempo de repouso pode variar conforme o grau da cirurgia. Mas ele sempre será até que os pontos sejam retirados, o que normalmente ocorre entre 7 e 15 dias.

Óculos escuros

O uso de óculos escuros é essencial para a recuperação do paciente. Eles devem ser usados até que ocorra a cicatrização completa da região, o que ocorre normalmente em de 30 dias.

Tomar sol nas pálpebras nesse período pode prejudicar o processo ou até mesmo gerar manchas no local.

Como dormir

Durante os primeiros 7 dias o paciente deverá dormir apenas de barriga para cima. Depois desse período é possível dormir de lado. E também é necessário dormir com uma máscara específica, orientada pelo médico.

Lentes de contato

Pacientes que usam lentes de contato devem evitá-las nos primeiros 10 dias. Por isso o período de repouso.

Se você deseja corrigir problemas nas pálpebras não deixe de procurar um especialista. Ele poderá te dar todas as orientações necessárias para que você solucione esse problema e mantenha a aparência do seu rosto em dia.