Como todo procedimento, a Cirurgia Bariátrica e Metabólica causa impacto na vida do paciente e reflete no corpo. Por questões de estética ou de saúde, é comum que a pessoa que passa por essa intervenção perca muito peso e com isso a elasticidade da pele e as sobras de tecido gorduroso podem causar desconforto.

Claro que o mesmo pode acontecer com uma reeducação alimentar combinada com dieta e neste sentido, a chamada cirurgia pós-bariátrica é muito indicada para quem quer recuperar o contorno do corpo e retirar esses excessos, modelando o novo visual. Veja 3 dicas para seguir, anotar e pensar sobre o assunto.

1. A perda de peso precisa estar estabilizada

Antes de optar pela cirurgia, reflita sobre o seu momento e sobre o seu corpo. Se você ainda pensa em perder peso ou corre o risco de recuperar facilmente alguns quilos, a flacidez da pele pode reaparecer ou a cirurgia pode causar estrias e cicatrizes. Caso você tenha passado pela bariátrica, o acompanhamento com o especialista te dará suporte para essa decisão. Se o seu caso for relacionado à dieta, vale a reflexão.

2. Combinação com outros procedimentos

Na avaliação com o especialista, é importante definir os objetivos que você deseja atingir. Durante a cirurgia, as técnicas de Lifting servem tanto para a parte inferior do corpo como para outras regiões como braço, coxa e mama. Cada passo tem um objetivo: corrigir a flacidez, levantar a região e reduzir o excesso de gordura e tecido para que o contorno seja definido. Dependendo do caso, outros procedimentos podem funcionar bem em conjunto como a braquioplastia ou outras opções de cirurgias combinadas. Tudo depende da necessidade, das condições clínicas e do desejo de cada um destacar ou reparar mais uma determinada área do corpo.

3. Cuidados pós-operatórios x resultados

Como em toda cirurgia, a fase de recuperação é muito importante para a saúde do paciente e para potencializar os resultados. Quem passa pelo procedimento geralmente precisa usar uma cinta no local operado para ajudar a fase de cicatrização.

O paciente também não pode se submeter a peso e precisa de repouso, até por conta do dreno que será colocado temporariamente na região para filtrar excesso de sangue e fluídos que possam acumular.

Fazer drenagem linfática também não é má ideia para reduzir o inchaço que fica após a cirurgia. Manter a alimentação balanceada e praticar hábitos saudáveis como exercícios físicos é fundamental para que o paciente continue com o peso equilibrado e que os resultados permaneçam.

Tem dúvidas ainda? Não deixe de consultar os especialistas da Clínica do Dr. Thomas Benson. Com a avaliação do caso, podemos te ajudar da melhor forma.